Os “especialistas” em educação não se cansam de inventar teses estapafúrdias sobre como melhorar o ensino no Brasil, desta vez a pérola vem de uma entrevista que foi concedida a BBC que sugere que incorporemos a tal conversa de boteco na escola. Eu realmente fico impressionada com a falta de percepção da realidade destas pessoas que nunca sequer colocaram os pés em uma sala de aula, mas sempre têm soluções mágicas para resolver o problema que está cada vez maior.

     As teses que vejo por aí, além de ridículas, não chegam nem perto de tocar no real motivo pelo qual nós estamos cada vez mais afundando nosso sistema de ensino: o socioconstrutivismo. Enquanto este método for o único que os professores conhecem nem mesmo McGayver consegue dar jeito em nossas escolas! Fala-se muito em pluralismo e luta contra o escola sem partido porque é uma lei da mordaça, porém os professores não enxergam que a verdadeira censura é a que impera hoje em nosso sistema educacional, onde há uma verdadeira proibição velada quando o assunto é mostrar a ineficácia do método freiriano. A verdade é que qualquer um que ouse abrir a boca para falar o óbvio desastre que essa metodologia provocou é visto com um E.T., enquanto isso nossos estudantes continuam ladeira abaixo quando o assunto é instrução.

     Neste vídeo faço uma análise dos principais pontos dessa fantástica entrevista