Aprendendo Inteligência é uma leitura rápida e de fácil compreensão que realmente cumpre o que se propõe a fazer, ou seja, é um manual de instruções do cérebro para estudantes em geral. Pierluigi Piazzi, seu autor, infelizmente nos deixou em Março de 2015, mas deixou uma obra muito rica para as pessoas que se interessam pela educação.

fb_img_1487184804382

     O livro está dividido em duas partes, na primeira vemos como programamos nosso cérebro para aprender com dicas simples e práticas para questões essenciais sobre por que, quando, quanto e como estudar. Já no início do livro Pierluigi quebra o paradigma de que a tecnologia é essencial para o aprendizado, hoje muitos “especialistas” atribuem erroneamente o fracasso na educação a falta de recursos tecnológicos na sala de aula quando na verdade nosso problema reside principalmente na metodologia adotada por nossos docentes.

aib1

     Um fenômeno interessante que é mostrado no livro são os alunos que estudam para tirar boas notas. Ainda existem alunos assim, porém a maioria dos estudantes hoje nem isso mais está fazendo, as crianças e jovens da atual geração já nem se importam mais com a nota que irão tirar porque sabem muito bem que caso não atinjam o mínimo para passar os professores, seguindo a pedagogia do oprimido, irão fabricar uma nota em seu caderno de chamada para empurrar o aluno para o próximo estágio.

     Os exemplos ilustram muito bem os conceitos que Pierluigi se propõem a elucidar, tornando assim muito leve a leitura. Ao fazer, por exemplo, a comparação da rotina de estudos com a rotina de exercícios em uma academia fica muito clara a necessidade de se estudar um pouco todo dia em vez de deixar acumular todo conteúdo para ser estudado na véspera da prova. Quando queremos aumentar nossa massa muscular não vamos à academia e ficamos 15 horas nos exercitando porque sabemos que isso não trará o resultado esperado, isso funciona da mesma forma quando queremos aumentar nosso conhecimento.

aib2

     Também compreendemos a importância de uma parte da aula que infelizmente quase já não é vista nas nossas escolas: o tema de casa. Durante a leitura fica muito claro que nosso aprendizado acontece quando estamos sozinhos revisando os conteúdos que foram vistos em aula e, dessa forma, as tarefas que o aluno leva para fazer em casa são parte essencial desse processo.

     Na segunda parte do livro aprendemos como acelerar nossos neurônio e literalmente aprender inteligência (sim é possível!). Vemos a diferença entre conhecimento e inteligência e também a teoria das inteligências múltiplas, porém o autor apresenta essas variedades como módulos de um mesmo conceito e não como partes separadas.

aib3

     Aqui Pierluigi faz uma reflexão sobre os diversos estímulos a que estamos expostos hoje em dia como TV, internet, videogame, etc. E nessa parte muitas pessoas terão que fazer uma autoavaliação profunda e sincera para enxergar o que realmente está nos atrapalhando na jornada intelectual, pois nós estamos acomodados a certos padrões de entretenimento e já não percebemos (ou não queremos admitir) o quão prejudicial eles podem ser para nós.

aib4

     Aprendendo Inteligência é um livro muito divertido, recheado de ilustrações e diálogos irreverentes que realmente prendem o leitor. Sua linguagem irônica, popular e ao mesmo tempo altamente instrutiva faz com que qualquer pessoa, seja criança adolescente ou adulto, possa compreender exatamente o que o autor quer nos mostrar. Recomendo este livro tanto para pais quanto alunos que estejam interessados em otimizar suas horas de estudo para fugir da miséria intelectual que assola nosso país.

Editora: Goya
ISBN: 9788576572053
Gênero: Educação
Páginas: 134
Minha avaliação:★★★★

Para comprar o livro acesse